Tags Posts tagged with "hidratação"

hidratação

2286

Na hora de procurar por um tratamento para reparar os danos do cabelo, é comum surgir a dúvida: qual escolher? Hidratação, nutrição ou reconstrução? Pouca gente sabe, mas cada processo atua de um jeito e com objetivos diferentes. Enquanto um repõe a umidade, por exemplo, o outro é responsável por devolver os nutrientes perdidos. Aprenda a diferença entre os tratamentos e descubra qual deles os seus fios estão precisando.

Diferença entre os tratamentos

Nutrição

A nutrição é o tratamento que ajuda a repor os nutrientes fundamentais para a saúde do cabelo, como os lipídios, gorduras responsáveis por manter a oleosidade natural nos fios. Além disso, o processo cria uma camada protetora que diminui o atrito entre o cabelo e sua oleosidade natural, evitando que ela se perca com facilidade.

Quando o fio está perdendo o brilho ou ficando opaco, é sinal de que está perdendo sua oleosidade natural e precisando de nutrição.

Nesse caso, vale optar por máscaras que sejam feitas à base de óleos, como o óleo de oliva, a raiz do cálamo e a mirra, que possuem propriedades emolientes, ação lubrificante e ajudam a repor os lipídios, proporcionando a queda de volume e fios com mais brilho.

Hidratação

O processo de hidratação é responsável por devolver a umidade ao fio e criar uma proteção para que a água passe a ficar retida na cutícula da fibra capilar. Conforme o cabelo vai perdendo sua umidade natural, por conta de danos externos, como a química, vento ou uso excessivo de equipamentos com fonte de calor, é comum que ele acabe ressecando e perca seu brilho e flexibilidade.

Se você está percebendo que seu cabelo está ressecado, a melhor opção é investir em produtos específicos em hidratação que irão umedecer os fios e deixá-los mais soltos e macios. Aposte naqueles que contenham um complexo de ingredientes vegetais, como semente de amaranto, chia e quinoa, que são ricas em proteínas e fortalecem o fio.

Reconstrução

Já a reconstrução tem a missão de repor, gradualmente, os aminoácidos e as proteínas do cabelo, como a queratina, perdida, principalmente durante a realização de processos químicos.

É o tratamento ideal para quem faz uso de processos químicos no cabelo e está com os fios fracos e quebrando com facilidades durante a lavagem ou na hora de pentear. O processo irá reestruturar a massa capilar e encorpar o fio.

Atente-se ao rótulo e dê prioridade aos produtos que contenham em sua formulação Tutano Vegetal, que ajuda os fios a recomporem sua camada protetora, e um amplo complexo de aminoácidos, capaz de reparar a cutícula e a fibra capilar, aumentar a resistência dos fios e deixá-los mais fortes e imunes à quebra.

Bolsa de Mulher

315

O abacate é um ótimo aliado quando os cabelos precisam de uma hidratação potente. O uso da fruta em receitas caseiras deixa os fios mais saudáveis e com aspecto de mais vitalidade.

Veja como fazer essa mistura criada pela YouTuber Julia Doorman, do Canal Cabelos de Rainha, para restaurar os cabelos de forma natural e econômica.

Receita de hidratação com abacate

Ingredientes

  • 1 abacate bem maduro
  • 1 colher (sopa) de mel
  • 1 colher (sopa) de azeite de oliva extra virgem

Modo de fazer

Abra o abacate e retire o caroço. Com uma colher, retire a polpa da fruta, coloque em um recipiente e amasse bem. Adicione o mel e o azeite, misture tudo até formar uma pasta.

Aplique nos cabelos úmidos, mecha por mecha, massageando bem. Deixe agir por 30 minutos e lave com shampoo e condicionador como de costume.

Benefícios do abacate para os fios

A dermatologista Ana Célia Xavier, da Rede de Hospitais São Camilo de São Paulo, explica que a fruta, assim como o mel, é rica em vitaminas A, C, E e AC, importantes para a saúde dos cabelos, o que faz da receita uma combinação potente para cuidar dos fios danificados.

A dica é deixar a mistura bem homogênea, para qua absorção dos componentes seja melhor. A única contra indicação é para quem tem cabelos oleosos, pois o uso da receita pode agravar ainda mais o problema. Nesse caso, a médica orienta evitar o contato com o couro cabeludo e aplicar apenas nos fios.  Bolsa de Mulher

215
Hidratar os cabelos antes de tingir os fios e mais 4 dicas importantes pré-coloração.

A maioria das mulheres conhece os cuidados necessários com os cabelos depois de realizar a coloração dos fios. Como, por exemplo, evitar a exposição intensa ao sol e prezar pela manutenção da cor e saúde das cutículas. Entretanto, os cuidados antes de realizar o procedimento também são essenciais para que a pigmentação não seja prejudicada. Por isso, fique atenta em algumas atitudes necessárias para quem ainda pretende colorir os fios.

Cuidados antes de tingir os cabelos

Realizar tratamentos e cuidados pré-coloração são importantes para que os pigmentos e corantes não tragam tantos danos aos fios. O profissional Gil Prando, da iCabelos, compartilha algumas dicas:

1. Diagnóstico dos fios
O primeiro ponto a considerar antes de colorir os cabelos é a saúde dos fios. Caso eles estejam sem vida, secos, porosos ou com déficit de nutrientes e vitaminas, há o risco dos pigmentos não atingirem a cor desejada. Por isso, é sempre importante mantê-los hidratados.

2. Hidratação prévia
“Pelo menos uma vez por semana é preciso fazer hidratação em casa com produtos que sejam enriquecidos com manteiga de karité, óleo de argan ou outros componentes naturais e vitamínicos”, explica o profissional. Caso os fios estejam fracos, o ideal é investir em produtos de reestruturação, preparando-os para receber a cor.

3. Cuidado com químicos
Se você pretende realizar mais de um procedimento químico intenso, como uma progressiva, por exemplo, é preciso cuidado. O mais indicado é que seja realizado um ou outro método, pois os dois são agressivos e podem causar danos à estrutura dos cabelos. Caso isso não seja possível, a opção ideal é realizar a coloração antes do outro tratamento químico. “Isso porque depois de receber uma química mais forte, os fios demoram para pegar cor novamente, portanto o descolorante ou a tintura terão de ficar mais tempo agindo. O resultado, portanto, são cabelos muito mais danificados e ressecados”, explica Prando.

4. Atenção ao procedimento
Realizar o tratamento completo é essencial. Antes de começar o procedimento, vale a pena ler o passo a passo e se há recomendações para utilizar outros produtos antes ou depois de aplicar a tintura. Essas informações, normalmente, estão explícitas na própria embalagem.

5. Escolha do profissional
A escolha do salão e do profissional devem ser feitas com cautela. “Muitas pessoas decidem pela coloração e escolhem um local no impulso, porém isso pode causar um resultado diferente do imaginado”, explica o profissional.  Bolsa de Mulher

335

Escolha um óleo de coco de qualidade, que precisa ser 100% vegetal e natural, virgem e prensado a frio, para ter cabelos nutridos, protegidos da coloração e com o excesso de oleosidade controlada. O hair stylist Luciano Almeida utiliza o óleo de coco como técnica para conseguir resultados de hidratação em seu salão homônimo Art e Cabelo em São Paulo. Conheça o passo a passo para reproduzir em casa.

3 finalidades de hidratação com óleo de coco

Óleo de coco para nutrição

Para nutrir os fios, lave o cabelo apenas com shampoo neutro, seque com a tolha e aplique uma colher do óleo de coco no cabelo. Umedeça mais as madeixas, conforme vai enluvando o produto mecha a mecha e deixe agir por quatro horas. Depois do tempo de hidratação, lave os cabelos duas ou até três vezes para remover bem o óleo e, na última lavagem, deixe o shampoo agir por cerca de cinco minutos. Para finalizar, condicione seus fios conforme sua preferência normalmente.

Óleo de coco como proteção

Nos cabelos tingidos, o óleo de coco extra virgem também tem uma função importante. Ajuda a proteger o fio, pois a coloração é totalmente alcalina, o que causa a abertura das cutículas. Ao utilizar o óleo de coco após a coloração do cabelo, você faz com que essa hidratação penetre nos fios mais facilmente. O passo a passo de aplicação deve ser o mesmo usado na nutrição acima.

Óleo de coco como controle de oleosidade

Nos cabelos oleosos, o óleo de coco também pode ser aplicado por meio de massagem suave por todo o comprimento do cabelo desde que, em seguida, seja devidamente removido para não causar aumento da oleosidade. A técnica tem a capacidade de tratar distúrbios que provocam a oleosidade excessiva. “A reposição de lipídios e nutrientes no interior da fibra capilar restabelece a fisiologia do couro cabeludo minimizando a produção excessiva de oleosidade”, explica o hair stylist. Bolsa de Mulher