Tags Posts tagged with "embasa"

embasa

207
Foto: reprodução

Agentes da Polícia Federal se encontram na sede da Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa). Os agentes chegaram por volta das 9h50 desta terça-feira (14), na sede da empresa no Centro Administrativo da Bahia (CAB).

Em contato com o BNews, a assessoria da PF confirmou a operação, mas afirmou que está aguardando autorização para passar mais detalhes sobre a ação.

A diretoria coorporativa funciona neste prédio da Embasa. Vale lembrar que em setembro a Embasa foi alvo da PF, na Operação Opinião. Na época, o genro do ex-presidente da Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA), Marcelo Nilo, foi alvo dos agentes. O advogado Marcelo Dantas Veiga era lotado na diretoria.

Reduto
A Embasa é presidida por Rogério Cedraz, indicado ao cargo por Marcelo Nilo, que na década de 1970, também presidiu a empresa.

Antes de indicar Cedraz, Nilo havia apresentado outros dois nomes ao governador Rui Costa, mas foram rejeitados pelo petista. A época, Rui Costa disse que queria alguém da área. “Nada contra os outros dois nomes, só que eu queria alguém do ramo, que conhecesse saneamento, que fosse engenheiro ou atividade forte na área da embasa, que tem o maior orçamento do Estado. São quase R$ 3 bilhões”, explicou. Bocão

89

São 600 vagas para diversos níveis de escolaridade. Salários variam de R$ 1.122 a R$ 6.793. Provas estão previstas para o dia 9 de julho

As inscrições para o concurso da Embasa se encerram às 23h59 dessa segunda-feira (12). As provas objetivas e discursivas estavam previstas para acontecerem no dia 7 de maio, mas uma notificação do Ministério Público causou o adiamento do certame e a consequente reabertura das inscrições. As avaliações agora serão no dia 9 de julho.

O concurso, que não acontece desde 2015, teve mais de 128.861 inscritos até o encerramento do primeiro prazo de inscrição, dia 05 de abril. No total, são 600 vagas de nível médio, técnico e superior com salários que variam de R$ 1.122,84 a R$ 6.793,31. Informações atualizadas sobre o concurso podem ser consultadas no site do Instituto Brasileiro de Formação e Capacitação (IBFC), banca organizadora do certame: www.ibfc.org.br.

Outra seleção muito esperada pelos concurseiros baianos é o da Polícia Militar (PM) e Corpo de Bombeiros Militar na Bahia (CBM). Os interessados têm até o dia 19 de junho para se inscreverem, também no site do IBFC. No total, são 2.750 vagas, sendo 526 para a capital, com remuneração de até R$ 2.585,05.

174
Foto: divulgação - Ascom

O prefeito de Cruz das Almas Orlandinho Pereira (PT) acompanhado do deputado federal Robinson Almeida (PT) e do Chefe de Gabinete, Felipe Viveiros, estiveram reunidos na sede da Embasa, em Salvador, na manhã desta segunda-feira, 03/04, para tratar de obras de ampliação de abastecimento de água para o município de Cruz das Almas. Segundo o prefeito, ficou acertado o início da obra para a Vila Guaxinim e duplicação de trecho que atende a localidade da Sapucaia. As localidades de Umbuabeira, Engenho da Lagoa, Tereza Ribeiro, Boca da mata e Puma II, também serão beneficiadas até o final do ano.

362
divulgação

Os interessados em concorrer a uma das vagas no concurso da Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Concurso EMBASA 2017) já podem efetivar a inscrição para concorrer a uma das 600 vagas oferecidas. As oportunidades são destinadas a candidatos de nível médio, técnico e superior com salários que podem chegar a até R$ 6.793,31. As inscrições seguem até o dia 05 de abril de 2017.

O Instituto Brasileiro de Formação e Capacitação (IBFC) tem a responsabilidade do concurso da EMBASA 2017. Às pessoas com deficiência é assegurado o percentual de 5% (cinco por cento) das vagas existentes ou das que vierem a surgir no prazo de validade do concurso da EMBASA 2017. A validade do concurso da EMBASA será de 06 (seis meses), a contar a partir da data da homologação do resultado final, podendo, a critério da EMBASA, ser prorrogado uma vez por igual período, por conveniência administrativa.

Cargos e Vagas Concurso EMBASA 2017

As oportunidades são destinadas aos cargos de Assistente de Saneamento – Agente Administrativo (nível médio), Assistente de Saneamento – Agente Operacional (nível médio), Assistente de Saneamento – Assistente de Laboratório (nível médio), Assistente de Saneamento – Operador de Processos de Água e Esgoto (nível médio), Assistente de Saneamento – Técnico Operacional – Edificações (nível técnico), Assistente de Saneamento – Técnico em Eletromecânica (nível técnico), Analista de Saneamento – Contador – Analista de Gestão (nível superior), Analista de Saneamento – Analista de Tecnologia da Informação – Desenvolvimento (nível superior), Analista de Saneamento – Engenheiro Civil / Produção Civil (nível superior), Analista de Saneamento – Engenheiro Sanitário e Ambiental (nível superior) e Analista de Saneamento – Engenheiro Elétrico (nível superior).

142

Os municípios baianos de Santo Estevão, Ipecaetá, Anguera e Serra Preta ficarão sem água a partir das 8h desta sexta-feira (18).

Além das quatro cidades, Jaguara e Bonfim de Feira, distritos de Feira de Santana, a cerca de 100 quilômetros de Salvador, também terão o abastecimento interrompido.

De acordo com informações da Embasa, a falta de água é motivada por obras de ampliação no sistema de abastecimento da região.

Ainda segundo a empresa, o fornecimento vai ser retomado, aos poucos, a partir do início da noite desta sexta-feira. Voz da Bahia

131

A Embasa interrompeu, às 8 horas desta sexta-feira (7), o fornecimento de água para realizar serviço de melhoria operacional no reservatório da Gomeia. Foram atingidos os bairros de Fazenda Grande do Retiro e São Caetano, incluindo as áreas da Boa Vista e da Capelinha, em Salvador.

A previsão é que o serviço termine às 14 horas, quando o abastecimento começará a ser retomado gradativamente, com previsão de plena regularização em até 24 horas. Os moradores dos imóveis que contam com reservatório de água com capacidade de reservação compatível com suas necessidades diárias não sentirão os efeitos dessa interrupção.

Varela Notícias

205

A Embasa planeja dar início ainda este ano a um conjunto de obras para tratamento de água e esgoto que somam investimentos de R$ 506,4 milhões. As intervenções devem beneficiar 1,1 milhão de pessoas, conforme calcula a empresa. O montante previsto supera os recursos investidos no ano passado: R$ 501 milhões, valor que já ficou 11% superior à media dos últimos 14 anos, conforme destacou a companhia, em relatório de demonstrações financeiras divulgado na quinta-feira, 15. O valor investido em 2015, entretanto, ficou bem abaixo aos investimentos de R$ 884 milhões, registrados em 2010. Dos R$ 501 milhões, 57% foram oriundos de recursos próprios. O documento ainda apontou que, mesmo com conjuntura econômica considerada “desfavorável em relação à inicialmente prevista”, aliada aos efeitos da estiagem que atingiu 60% do estado no ano passado, a receita operacional bruta da Embasa cresceu 7,6% em 2015, em relação ao ano anterior. Os aumentos tarifários médios de 7,8% (em junho de 2014) e 9,97% (no mesmo mês em 2015) estão entre os fatores apontados pela administração da empresa para o aumento da receita. A alta no item, entretanto, não foi acompanhado por outros indicadores de desempenho da companhia: o lucro em 2015 ficou em R$ 59 milhões, 6,7% menor que os R$ 63,3 milhões registrados no ano anterior. O relatório da administração da Embasa destaca ainda que foram concluídas no ano passado obras envolvendo recursos de R$ 145 milhões. Voz da Bahia

217

Sede da Embasa ficou sem energia após ônibus bater em poste na quarta. Esgoto não tratado acabou sendo despejado no mar em Salvador.

Foi concluído na tarde desta sexta-feira (25), por volta das 14h, o conserto da linha de distribuição de energia que alimenta as bombas de condicionamento de esgoto da Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa), no bairro do Rio Vermelho, em Salvador.

Segundo a Embasa, com o conserto, o bombeamento de esgoto para o emissário submarino do Rio Vermelho foi retomado. Desde a noite da quarta-feira (23), após acidente envolvendo um ônibus e um poste na Avenida Vasco da Gama, a unidade da Embasa ficou sem energia elétrica impossibilitando que a estação de água conseguisse bombear esgoto para o emissário submarino do Rio Vermelho.

O emissário submarino é a tubulação que leva o esgoto tratado para o mar. Por conta do problema, o esgoto sem tratamento acabou sendo despejado no mar. A Embasa chegou a orientar que as pessoas evitassem tomar banho na área onde o esgoto desagua, próximo ao Largo da Mariquita, no Rio Vermelho.

A previsão inicial é de que os trabalhos seriam encerrados na quinta-feira (24). Conforme a Embasa, houve atraso devido à complexidade do processo de religação dos cabos de energia.

    189

    Foi autorizado o reajuste anual, em 9,97%, das tarifas de água e esgoto da Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa).

    A informação foi divulgada nesta sexta-feira (1º) pela Agência Reguladora de Saneamento Básico do Estado da Bahia (Agersa), por meio da Resolução nº 001 de 2015. A decisão será publicada no Diário Oficial do Estado na próxima quarta-feira (6).

    Com o aumento, a tarifa residencial social passará de R$ 9,40 para R$ 10,30; a residência intermediária de R$ 18,40 para R$ 20,20 e a residencial normal de R$ 20,90 para R$ 23. O percentual será aplicado de forma linear sobre a estrutura tarifária vigente e passará a vigorar a partir do dia 6 de junho.

    De acordo com a Agersa, a correção, prevista em lei, se deu com base na variação da inflação, corrigido pelo IPCA e outros parâmetros, como a elevação dos custos fixos, a exemplo da energia elétrica, um dos principais custos da prestadora. O aumento é válido para os municípios em que a Embasa atua. G1

      178

      Os empregados da Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa) confirmaram, na noite desta quinta-feira (26), que irão fazer greve. A decisão foi tomada após a reunião que aconteceu nesta quinta, às 18:30. O movimento paredista faz uma paralisação de alerta de 24h na próxima segunda (30). A reivindicação dos funcionários da empresa é a garantia imediata de cobertura do plano de saúde, no interior e na capital. De acordo com o secretário-geral do Sindae, Grigório Rocha, a prestação de serviço da Promédica é ineficiente. A operadora é responsável pelo plano de saúde dos funcionários da Embasa e foi contratada com dispensa de licitação por mais de R$ 38 milhões, em fevereiro deste ano. Entre as queixas dos empregados, estão a restrita rede de clínicas credenciadas na Promédica; a alegação, por parte das unidades de saúde, da falta de pagamento da operadora e a demora de 45 dias para conseguir marcar uma consulta. Além da garantia imediata de cobertura, a categoria também pleiteia o início do processo de autogestão do plano de saúde. Caso a paralisação aconteça, o sindicato garante que não haverá prejuízo no abastecimento da população do estado, já que as atividades vão parar apenas no setor administrativo da empresa.