Tags Posts tagged with "ACM NETO"

ACM NETO

1198

Em conversa com o Informe Baiano nesta quinta (05/04), o chefe de Gabinete da Prefeitura de Salvador, João Roma (PRB), afirmou que a publicação de sua exoneração do cargo ocorre na sexta (06/04), pois ele vai disputar uma vaga para a Câmara Federal.

“Saio da prefeitura para dar início a uma nova caminhada. Convido a todos para se juntarem nessa trajetória”, disse Roma, que vai se despedir dos colegas nesta noite, no Palácio Thomé de Souza, no Centro, durante a posse dos Conselheiros Comunitários das Prefeituras-bairro, projeto que idealizou.

O pré-candidato a deputado federal garantiu que continua no PRB. Sobre o prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), ele disse que continua “na torcida para que ele aceite a convocação dos baianos” e seja candidato ao governo do Estado contra Rui Costa (PT).

Além de Roma, deixam a prefeitura de Salvador a secretária de Promoção Social e Combate à Pobreza, Tia Eron, que disputa a reeleição para a Câmara Federal; a secretária de Políticas para as Mulheres, Taíssa Gama e a presidente da Fundação Cidade Mãe, Roberta Cayres. As duas últimas disputam a eleição para a Assembléia Legislativa da Bahia (ALBa). Inicialmente, os substitutos imediatos ocupam os cargos, mas é possível que na semana que vem ocorra uma rearrumação nas cadeiras.

Informe Baiano

1001

Em discurso nesta quinta (29/03), aniversário de Salvador, o prefeito da capital baiana ACM Neto (DEM) sinalizou que deve ser candidato ao governo: “vai dar certo”. Em tom de despedida, ele elogiou o vice Bruno Reis e disse que não nasceu prefeito e “não vai morrer prefeito”.

“Eu quero dizer ao povo da minha cidade apenas uma coisa: muito obrigado”, discursou.

“Podem ter certeza que onde quer que eu esteja, eu não vou perder minha essência”, afirmou ACM Neto

Informe Baiano

670

Em conversa com o Informe Baiano nesta terça (27), o deputado federal Lúcio Vieira Lima, líder do MDB na Bahia, afirmou que todos os deputados estaduais vão deixar a sigla. Com isso, estão confirmadas também as saídas de Pedro Tavares, Leur Lomanto Júnior e Hildélcio Meirelles. Os parlamentares Luciano Simões Filho e David Rios já haviam anunciado.

“É uma questão política e de sobrevivência. Tudo foi conversado, eu desejo sorte a eles. Todos são meus amigos e são meus irmãos. Se eu puder de alguma forma ajudá-los, eu o farei. O PMDB foi o único partido de alguns deles, como Pedro, Luciano Simões Filho e Leur. Eles são minha família. Nenhum pai tem o direito de segurar os filhos. Os pais criam os filhos para o mundo. Eu quero o sucesso deles. A casa paterna sempre está aberta ao retorno do bom filho. A questão é que eles querem ir no chapão. Partidos pequenos não os querem, pois acham que eles são fortes. Partidos grandes, eles não querem, pois acham que não podem se eleger. Então, eles querem o chapão”, justificou.

Lúcio ressaltou também que “com a saída dos deputados estaduais, estamos sendo procurados para coligações e filiações. O PMDB passou a ser um atrativo para aqueles que não tem mandato. Pois tem estrutura”.

“O PMDB é um partido com história, tempo de tevê e fundo partidário. Quem tá vindo com o PMDB, vai sair na televisão. Quem está saindo do PMDB, vai disputar recursos e tempo de tevê com quem está lá, na casa dos outros. Vai ser uma briga de foice no quarto escuro”, afirmou.

Sobre a possível saída de Bruno Reis da sigla, Lúcio disse que é “legítima e correta”, pois “é lógico que Neto, em não sendo candidato, vai querer um candidato do DEM” para disputar com Rui. Se for candidato, “é justo ele sinalizar que vai ter uma continuidade da administração”.

“Eu faço política com o coração, eu não faço político com o fígado. E aqueles que me criticam, eu perdoou eles porque não preciso responder”, finalizou Lúcio.

Informe Baiano

1399

O prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM) vai ser ou não candidato a governador esse ano contra Rui Costa (PT)? O cenário ainda é de INDECISÃO. A impressão é que o democrata centralizou na própria cabeça sua decisão, pois nem os deputados mais próximos demonstram saber o que REALMENTE se passa. O certo é que pesquisas internas encomendadas por PSDB e PSD, nas quais o Informe Baiano teve acesso, indicam um crescimento substancial do petista, principalmente, na capital baiana.

Apesar de todo o mistério, Neto demonstra em entrevistas e nas redes sociais que “vai pro pau”. No entanto, não confirma. Anúncio mesmo só em abril. Em 11 de março, no Instagram, ele chegou a fazer uma publicação em que relembra o dia em que viveu “a emoção da posse de meu avô ACM para o seu terceiro mandato como Governador da Bahia”. O que o presidente do DEM quis dizer com isso?

Já em entrevista ao portal UOL na última sexta (16), prega mais uma vez a prudência, mas sem deixar de lado seu viés combativo. Cita que não tem medo da derrota.

“O que mais me preocupa com a renúncia é que não haja um sentimento de frustração ou traição por parte da população que me deu 74% dos votos. Essa é minha grande preocupação e o que mais pesa na minha decisão”, disse o gestor, que já trouxe o tema para debate em diversas outras oportunidades.

Porém, ele repete que quando se reelegeu, em 2016, não assumiu o compromisso de que não renunciaria. Na entrevista ao veículo nacional, volta a elogiar o vice-prefeito, Bruno Reis (MDB), seu ex-assessor parlamentar. Ou seja, homem de sua total confiança. Por fim, nos bastidores, a expectativa dos vereadores é que o vice, que é um torcedor do Vitória “achegado” no Bahia, seja empossado em 7 de abril por seu amigo e também ex-assessor de Neto, o atual presidente da Câmara de Salvador, Leo Prates (DEM). O time está escalado? Qual sua aposta?

Informe Baiano

    1083

    Seis projetos que incentivem o fortalecimento, a manutenção e dinamização do samba junino em Salvador receberão, cada um, aporte financeiro no valor de R$ 30 mil, concedido pela Prefeitura, através da Fundação Gregório de Mattos (FGM). Os recursos serão transferidos através do edital Prêmio Samba Junino, lançado nesta terça-feira (20) pelo prefeito ACM Neto, no Espaço Cultural da Barroquinha, no Centro. O prêmio contempla formas de produção e reprodução, através da realização de ensaios, festivais, concursos, apresentações, “arrastões”, entre outras.

    Conforme descrito no edital, serão priorizadas as propostas oriundas de grupos, federações, entidades e coletivos de samba junino, a serem realizadas nos bairros onde tradicionalmente já acontece a manifestação dessa expressão cultural, em conformidade com o Decreto 29.489/2018. O período de execução dos projetos, incluindo a fase de pré-produção, será entre 1º de junho e 31 de julho deste ano. As inscrições podem ser feitas a partir de segunda-feira (19) até 4 de abril, pelo endereço eletrônico www.premiosambajunino.salvador.ba.gov.br.

    Surgido na década de 1970, o samba junino já é considerado Patrimônio Cultural de Salvador. O reconhecimento está registrado no Decreto 29.489/2018, publicado no Diário Oficial do Município (DOM) do último dia 8. “Não se encontra em nenhum outro lugar, a diversidade e riqueza cultural daqui. É algo que vem do gueto e que transcende os limites territoriais de Salvador, alcançando o mundo. Por isso, tenho levado a sério, nos últimos cinco anos, a reestruturação da política cultural”, afirmou ACM Neto.

    Com essa ação, além de valorizar o trabalho dos músicos e grupos, a Fundação colabora com o reconhecimento e organização desse movimento cultural. O presidente da FGM, Fernando Guerreiro, avaliou que esta iniciativa homenageia uma produção cultural genuinamente soteropolitana. “Esse é um momento histórico por ser o primeiro registro de patrimônio cultural da cidade, e começamos pelo samba junino entendendo que esse é um movimento que acontece há muito tempo e precisa de apoio e organização. Esse é um dos movimentos mais importantes da cidade”, observou.

    Registro e história – Conforme a Lei 8.550/2014, o Registro Especial Cultural é aplicado aos bens culturais de natureza imaterial, inclusive aqueles comumente designados como eventos, passíveis de verificação no plano material por suas práticas, representações, expressões, conhecimentos e técnicas, modos de fazer e instrumentos, objetos, artefatos e lugares associados. O registro funciona para o patrimônio imaterial como o tombamento para o patrimônio físico.

    De acordo com pesquisas realizadas pela gerente de Patrimônio Cultural da FGM, Magnair Barbosa, o samba junino surgiu em torno das casas de candomblé de Salvador, no bojo da religiosidade popular, presente nos terreiros e em muitas festividades de matriz africana nas festas de caboclo. As manifestações são iniciadas ainda na chamada “queima de Judas”, no sábado de Aleluia, com encerramento nos festejos ao 2 de Julho – incluindo nesse período as rezas direcionadas aos santos juninos: Santo Antônio, São João e São Pedro.

    O samba junino representa, então, uma expressão cultural genuinamente soteropolitana, marcado pela rítmica do samba duro, disseminada há pelo menos 40 anos em diversos bairros de Salvador. Serviu como base para o surgimento de estilos musicais contemporâneos como o pagode baiano, além de projetar muitos artistas conhecidos do grande público como Tatau, Reinaldo, Ninha e Márcio Victor. Os bairros tradicionais que realizam os festejos são Engenho Velho de Brotas, Engenho Velho da Federação, Federação, Fazenda Garcia, Tororó e Nordeste de Amaralina.

    Informe Baiano

    1016

    O prefeito ACM Neto apresentou nesta terça-feira (6) ao ministro da Saúde, Ricardo Barros, as obras do Hospital Municipal de Salvador. O equipamento localizado no bairro de Boca da Mata já está com serviço 95% concluído e deve ser entregue no dia 29 de março, data do aniversário de Salvador. Nos três pavimentos, foram verificados setores como as UTIs adulto e pediátrica, salas de triagem e observação. A prefeitura, por meio da Secretaria Municipal da Saúde (SMS), já adquiriu a maior parte dos equipamentos para o serviço.

    O investimento total na unidade de saúde é de R$ 120 milhões. “A expectativa da Prefeitura é de conseguir atender a essa área de Cajazeiras, que é uma das mais pobres e de maior densidade, mas é claro que vai ser um hospital para toda a cidade. Queremos reduzir essa demanda, que é ainda reprimida, de atendimento hospitalar da população”, comentou o prefeito. Na oportunidade, o prefeito também pediu ao ministério auxílio com os custeios na manutenção do equipamento.

    O Hospital Municipal de Salvador funcionará 24 horas por dia, com capacidade para atender urgências. A unidade terá ênfase em atendimentos de urgência e emergência, mas também contará com um ambulatório de egressos da unidade hospitalar para dar suporte ao atendimento.

    Ao todo, serão 210 leitos – 30 de UTI (adulto e pediátrico), 150 de clínica médica cirúrgica e 30 de clínica pediátrica. A prefeitura estima que o equipamento possa atender 1,2 mil pacientes por mês.

    Bahia Notícias

    1520

    O prefeito ACM Neto negou que já esteja se articulando para montar uma chapa para disputar a eleição deste ano. Em entrevista coletiva à imprensa, ele declarou que até o momento não existe nenhuma definição sobre a disputa eleitoral e assegurou que só deve conduzir as conversas sobre o assunto quando e se anunciar sua candidatura ao governo do estado. “Não existe nesse momento nenhum nome acertado, nenhuma conversa estabelecida com nenhum partido”, garantiu ACM Neto durante a inauguração do Subúrbio 360, equipamento instalado no bairro de Coutos. “Primeiro eu tenho que tomar minha decisão de ser ou não candidato. Depois que essa decisão for tomada, aí sim nós vamos sentar para dialogar com os partidos políticos”, disse o prefeito. Ele apontou que caso decida ser candidato, “o objetivo é construir a chapa mais competitiva para enfrentar as eleições e pensar no futuro da Bahia”. “Não adianta fazer conchavos sem pensar no que é melhor para os baianos, para o estado”, avaliou.

    Bahia Notícias

    1831

    O PSDB não tem debatido a formação de um palanque para o pré-candidato do partido à Presidência da República, o atual governador de São Paulo, Geraldo Alckmin. Os tucanos, no Estado, devem integrar o grupo que pode ter o prefeito ACM Neto (DEM) como candidato ao governo. Nacionalmente, o DEM projeta candidatura própria – caso tope bancar também apoio a Alckmin, o grupo poderá dissipar votos no estado, terceiro maior colégio eleitoral do país.

    “Devemos focar e gastar nossa energia pela unidade de forças na Bahia. A questão nacional não está madura. Isso vai ser em um prazo superior a essas decisões na Bahia. As decisões de chapa aqui se darão antes do que na nacional. Vamos primeiro organizar o estado”, garantiu, ao Metro1, o deputado federal Jutahy Jr.

    Jutahy é diretamente interessado nesta organização, uma vez que pretende disputar o Senador e, por isso, precisa nacionalmente de puxadores de voto bem posicionados nos cenários eleitorais.

    Apesar de citar a “unidade de forças na Bahia”, o parlamentar afastou qualquer possibilidade do PSDB não formar chapa com o DEM na Bahia. “A nossa decisão está tomada e consolidada em torno de uma possível candidatura de ACM Neto”, asseverou.

    Metro1

      1503

      O prefeito ACM Neto aliou religiosidade e ações ao chegar à Conceição da Praia, na manhã desta quinta-feira (11), para acompanhar a cerimônia inter-religiosa que antecede a caminhada rumo à Basílica do Bonfim. Dentre os assuntos em pauta estão o Caminho da Fé e a requalificação da Colina Sagrada, ambos detalhados em cerimônia realizada ontem (10), no Largo da Igreja do Bonfim.

      “São ações que, realmente, vão ressaltar ainda mais a fé e a religiosidade do povo baiano, além do turismo religioso no estado. Faço todos os anos essa caminhada, tenho muita fé no Senhor do Bonfim e a festa realmente demonstra que Salvador é o palco da fé”, afirmou o prefeito.

      Prefeitura de salvador

      2957

      Após diversos casos de “fake news” no país, inclusive na Bahia, onde o prefeito de Salvador ACM Neto foi vítima de uma montagem na qual dizia que Geddel Vieira Lima o delataria na Lava Jato, a Polícia Federal (PF) dará início nos próximos dias em Brasília às atividades de um grupo especial formado para combater notícias falsas durante o processo eleitoral. A medida tem o objetivo de identificar e punir autores de “fake news” contra ou a favor dos candidatos. O grupo, que é formado por um delegado, um agente e um perito criminal federal, deverá trabalhar com técnicos do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e Procuradoria Geral da República (PGR).

      Além da equipe, a PF quer sugerir a criação de uma legislação específica para as “fake news”, de modo que a prática seja devidamente tipificada e as penas definidas. A ideia é enviar a sugestão ao Congresso antes das eleições, para que a lei seja aplicada ainda durante o pleito deste ano.

      No último dia 20 de dezembro, o diretor-geral da PF, Fernando Segovia, se reuniu com o ministro Luiz Fux, do Supremo Tribunal Federal (STF), e com o procurador eleitoral Humberto Jacques de Medeiros para definir as diretrizes da força-tarefa. Fux vai presidir o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) nas eleições de 2018 e o grupo especial vai investigar de onde partem “fake news” e as campanhas de ofensas que se espalham nas redes sociais durante os pleitos.

      Informe Baiano