Mulheres que comem muito fast-food levam mais tempo para engravidar, aponta estudo

Mulheres que comem muito fast-food levam mais tempo para engravidar, aponta estudo

938

Um estudo realizado pela Sociedade Europeia de Reprodução Humana revelou que mulheres que comem poucas frutas e muito fast-food levam mais tempo para engravidar e têm probabilidade menor de iniciar uma gestação em um período de um ano.

Os pesquisadores analisaram que o risco de não conseguir gerar um bebê passa de 8% para 12% nas mulheres que consumiam menos frutas, e a ingestão constante de fast-food, por quatro ou mais vezes por semana, faz com que o risco de infertilidade passe de 8% para 16%.

De acordo com a pesquisa, mulheres que ingeriam frutas de uma a três vezes por mês demoravam mais para engravidar em comparação àquelas que comiam frutas três ou mais vezes no mês.

“Esses resultados mostram que ter uma dieta de boa qualidade, que inclui frutas e minimiza o consumo de fast-food, melhora a fertilidade e reduz o tempo para conseguir engravidar”, diz Claire Roberts, coordenadora do estudo.

Foram analisadas 5.598 mulheres no Reino Unido, Irlanda, Nova Zelândia e Austrália. Segundo informações do jornal O Globo, foram considerados como fast-food alimentos como pizza, frango frito, batata frita e hambúrguer, comprados em lanchonetes e deliveries.

Comidas como estas feitas e consumidas em casa não foram consideradas. “Ajustamos as relações com a dieta pré-gravidez para levar em conta vários fatores conhecidos por aumentar o risco de infertilidade, como índice de massa corporal (IMC) e idade materna, tabagismo e consumo de álcool.

Como a dieta é um fator modificável, os resultados apontam a importância de considerar a dieta anterior à concepção para respaldar uma gestação no tempo ideal para as mulheres que planejam engravidar”, contou Jessica Grieger, autora principal da pesquisa.

Bahia Notícias