Salvador 468 anos: imagens mostram as belezas da cidade vistas de cima

Salvador 468 anos: imagens mostram as belezas da cidade vistas de cima

998
Foto; Secom Bahia

Do alto, os olhos e lentes capturam tudo e revelam uma Salvador que se perde no horizonte infinito. As cores da primeira capital do país se assemelham a um mosaico As águas calmas da Baía de Todos os Santos, a orla curvada de praias movimentadas e coloridas pelos sombreiros na areia, os casarões antigos. Também escondidos, mas vielas e ruas estreitas, estão rostos anônimos que trazem as marcas que comprovam a vivência de parte destes 468 anos.

Do alto, a cidade já não é tão quente. Tudo é calmo e não se percebem aqueles que procuram, suados, uma sombra enquanto esperam a condução. Não se nota os típicos olhares e cumprimentos entre os que circulam pela cidade.

Os sons dos carros e dos tambores contínuos do Pelô são silenciados. Das sombras dos prédios e das casas coladas umas nas outras, há evidências de que esta cidade centenária é mesmo misturada e abençoada pelas várias crenças.

Entre ricos, pobres, negros, brancos, índios, soteropolitanos, baianos, nordestinos, brasileiros; do alto, todos são iguais, assim como se espera que no chão também sejam. Correio 24h

Imagem relacionada

Resultado de imagem para fotos aereas da cidade de salvador

(Foto: Uiler Costa )

(Foto: Uiler Costa )

Centro Histórico de Salvador
(Foto: Uiler Costa)

Sem cometários