Presidente da Vale vê 2018 mais volátil para o mercado financeiro

Presidente da Vale vê 2018 mais volátil para o mercado financeiro

1971

À frente da Vale desde maio deste ano, o executivo Fabio Schvartsman vê o ano de 2018 mais volátil para o mercado financeiro por causa das eleições, mas acredita que o governo Michel Temer criou, nos últimos meses, uma composição sustentável para a melhora do ambiente econômico.

“O governo está fazendo uma força muito grande para viabilizar de alguma maneira a reforma da Previdência, que é da maior importância e tem a ver com a sustentabilidade das condições econômicas para o futuro.

Talvez não tenha a ver especificamente com o ano de 2018, que acho que está dado, com a redução de taxas de juros e a recuperação da recessão forte que tivemos. De 2019 em diante, passamos a depender das demais variáveis macroeconômicas.”, disse Schvartsman.

Questionado sobre o que falta para que as empresas retomem os investimentos, o executivo afirmou que é a confiança. “Confiança na estabilidade do cenário político e econômico. Se as reformas não forem feitas, o desequilíbrio fiscal vai acabar levando em algum momento à inflação, novamente à desvalorização da moeda e consequentemente ao aumento de juros e à redução dos investimentos pelas empresas. Então, a única maneira de fazer com que as empresas invistam é apresentar um cenário que tenha um grau de estabilidade”.

Bahia Notícias

Sem cometários