Exigente, São Paulo não vê derrota da seleção brasileira há 54 anos

Exigente, São Paulo não vê derrota da seleção brasileira há 54 anos

49

Há mais de 50 anos, o Brasil não perde um jogo em São Paulo, apesar de a torcida paulistana sempre ser considerada difícil por jogadores e pela própria CBF.

A última derrota no país ocorreu no estádio do Morumbi em 13 de abril de 1963. O Brasil perdeu por 3 a 2 para a Argentina. O técnico era Aymoré Moreira e o ponta esquerda Pepe fez os dois gols da seleção brasileira.

Na noite desta terça-feira (10), pela primeira vez na história, o Allianz Parque, do Palmeiras, vai receber um jogo oficial da seleção.

Mesmo sem perder em um dos gramados paulistanos usados pela seleção há várias décadas, existem exemplos que mostram o conflito entre o Brasil e a torcida de São Paulo, tanto em jogos oficiais quanto em amistosos.

Em abril de 2000, o Brasil recebeu o Equador pelas eliminatórias da Copa do Mundo de 2002. O técnico ainda era Vanderlei Luxemburgo.

A torcida, descontente com a ausência de Romário, não apenas vaiou time e técnico como arremessou bandeirinhas no campo de jogo. A seleção ganhou por 3 a 2. Há sete anos, por decisão da CBF, o time brasileiro não atuava em solo paulista.

BAIRRISMO

Em 1982, outra vez no Morumbi, o Brasil empatou em 1 a 1 com Tchecoslováquia.Telê Santana escalou o carioca Roberto Dinamite para jogar e uma vaia bairrista ecoou pelo estádio do Morumbi. Careca e Serginho Chulapa, ambos paulistas, eram os preferidos da torcida no estádio.

Na Copa do Mundo de 1950, um empate difícil no Pacaembu. Brasil sofreu para ficar no 2 a 2 com a Suíça. O que fez o time mudar na sequência do campeonato.

Mas também houve vitórias. Em um dos últimos jogos antes da campanha histórica para o México em 1970, o Brasil goleou o Chile por 5 a 0 no estádio do Pacaembu.

O primeiro jogo do Brasil em São Paulo, em 1922, ocorreu no Palestra Itália, campo que virou o Allianz Parque, que será usado hoje. O Brasil ganhou da Argentina: 2 a 1.

Folhapress

Sem cometários